3 minutos de leitura

Como garantir a competitividade do seu negócio?

Garantir a competitividade de um negócio em um mercado como o brasileiro, onde a complexidade tributária é soberana, com suas mais de 420 mil normas e 16 emendas à Constituição Federal, é um desafio.

Isso porque os tributos se acumulam entre a União, os estados e os municípios, tornando a gestão dos tributos algo complexo, e que pode levar consigo a competitividade das empresas no mercado. Aqui, vamos entender um pouco melhor algumas táticas e ações para garantir a competitividade do seu negócio.

Mas afinal, por que ser competitivo?

A competitividade nada mais é do que a capacidade de concorrer no mercado em que atua. Assim, todos são impulsionados à melhoria contínua para se tornar destaque e referência. Assim, essa concorrência torna-se benéfica para as empresas que competem entre si. Já para os clientes o acesso a produtos e serviços cada vez melhores acontece por conta da competição.

Além disso, manter a competitividade do mercado beneficia a saúde financeira da empresa, oferecendo os produtos ou serviços a um preço que seja vantajoso para o negócio e justo com o mercado ao mesmo tempo. Ou seja, você garante que seus produtos e serviços cheguem ao mercado dentro da faixa de preços praticada, evitando que ele seja descartado por preço e possa competir por qualidade e benefícios oferecidos.

5 passos para garantir a competitividade do seu negócio

Neste artigo, abordaremos 5 passos para garantir a competitividade do seu negócio, sendo eles: a revisão de cadastro de produtos, evidenciação do regime tributário, consultoria contábil, diagnóstico de revisão tributária e benefícios fiscais e regimes especiais.

Revisão de cadastro de produtos

O cadastro de produtos é um procedimento que reúne, registra e armazena as principais informações de um item ou produto, e a sua revisão oportuniza identificar possíveis erros ocorridos durante este processo. Em consequência, tem como um dos benefícios a tributação correta das mercadorias, o que permite estar em conformidade com a legislação e evita problemas com fiscalizações. Além disso, com a NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul) correta, após o fechamento das apurações, também é possível apropriar-se de benefícios como a isenção, base de cálculo reduzida, alíquota zero, antecipação tributária e imunidade de alguns impostos.

Evidenciação do regime tributário

O regime tributário tem grande influência sobre a saúde financeira da empresa. É a partir dele que são definidas as normas e procedimentos para pagar seus tributos ao governo. Evidenciar o regime tributário mais adequado evita a incidência de tributos indevidos, reduzindo ou adequando as despesas tributárias. Além de favorecer o aproveitamento de créditos e incentivos. Assim, o correto enquadramento para o negócio mitiga riscos de autuações fiscais, deixando as operações da empresa em conformidade com o fisco.

Consultoria contábil

A consultoria contábil vai além dos processos de escrituração de livros e emissão de guias de pagamento. Abrange análises detalhadas sobre diferentes aspectos do negócio como interpretações de dados e fornecimento de insights que geram valor para o cliente.

Por meio deste trabalho é possível analisar toda a movimentação contábil da empresa, levantando questões que podem ocasionar perda de dinheiro, e sugerindo possíveis soluções. Sendo assim, pode ajudar o empreendedor de várias maneiras, como na redução da carga de impostos ou na criação de um plano de investimento.

Diagnóstico de revisão tributária

O diagnóstico de revisão tributária é uma ferramenta estratégica e primordial para qualquer negócio que pretende se manter sólido e promissor no mercado de trabalho. Por meio dele é possível analisar a atual situação tributária da empresa: se ela está usufruindo de todos os benefícios fiscais disponíveis na legislação ou reconhecer impactos ocasionados pelas diversas sistemáticas de tributação. Além de identificar a possibilidade de implantar novas maneiras para melhorar e garantir o fluxo de caixa e a lucratividade. Ainda, destaca possíveis contingências tributárias, para lidar com os riscos fiscais.

Benefícios fiscais e regimes especiais

Os benefícios fiscais e regimes especiais surgiram para aliviar o encargo tributário elevado incumbido aos contribuintes e empresas. A utilização dessas duas sistemáticas, além de visar a redução de custos, também oferece maior efetividade tributária e financeira. Além do mais, os benefícios fiscais e regimes especiais permitem e favorecem o aproveitamento de incentivos fiscais e créditos fiscais. Isso aumenta a competitividade do negócio no mercado, reduzindo ou adequando as despesas tributárias.

Garantia de competitividade para o seu negócio

Esses 5 passos abordados ajudam a garantir a competitividade do seu negócio ao proporcionar conformidade com a legislação. Isso resulta entregas adequadas das obrigações acessórias. Ademais, a redução dos gastos contribuirá também para possíveis investimentos estratégicos visando o crescimento e desenvolvimento do seu próprio negócio.

Com esse propósito, a Dome conta com profissionais qualificados e serviços de consultoria eficientes para ajudá-los a ampliar vantagens diante de seus concorrentes.

Conte conosco e nos siga no LinkedIn.

Compartilhe:

Também recomendamos essas leituras para você:

DIRBI: o que é a nova obrigação acessória e quem deve entregar?

IVA: Como será o imposto dual brasileiro?

Imposto Territorial Rural – ITR: o que é e como funciona

Conteúdo relevante, confiável e estratégico em primeira mão no seu e-mail!

Suas informações foram enviadas com sucesso.