3 minutos de leitura

Holding: tudo o que você precisa saber

Dentre os assuntos mais pesquisados atualmente, o termo “holding” tem se destacado bastante nos segmentos contábeis, tributários e societários. A “Sociedade Holding” não é uma tendência recente, mas tem trazido diversas discussões.

Por isso, separamos alguns tópicos importantes para explicarmos o porquê da volta dessa tendência e algumas dicas para quem quer investir nesse tipo de negócio.

O que é uma Holding?

Uma holding é uma empresa que tem como objetivo controlar e possuir outras empresas. Ela pode ser formada por uma única pessoa ou por um grupo de investidores que desejam ter uma participação majoritária em outras empresas. A holding tem como principais atividades a administração das empresas controladas e a proteção dos ativos dessas empresas.

A criação de uma holding pode ser uma estratégia interessante para empresas que desejam aumentar sua participação no mercado e consolidar sua presença em diversos setores. Além disso, a holding pode ajudar a proteger ativos e a minimizar riscos financeiros.

No entanto, é importante lembrar que a criação de uma holding envolve questões tributárias complexas. É necessário conhecer as leis fiscais e as implicações tributárias de cada país onde as empresas controladas estão localizadas. A equipe de consultoria tributária pode ajudar a identificar as melhores soluções para cada caso e a garantir que a holding cumpra todas as obrigações fiscais de maneira eficiente e correta.

Em resumo, a criação de uma holding pode ser uma estratégia interessante para empresas que desejam aumentar sua participação no mercado e consolidar sua presença em diversos setores, mas é importante levar em consideração questões tributárias complexas. A equipe de consultoria tributária pode ajudar a identificar as melhores soluções para cada caso e garantir que a holding cumpra todas as obrigações fiscais de maneira eficiente e correta.

Tipos de holding

Existem diversas classificações de holding, aqui, vamos destacar as principais: holding financeira, holding de participações, holding pura, holding mista e holding patrimonial ou holding familiar.

Holding financeira

A holding financeira é uma empresa que investe principalmente em outras empresas, através da compra de ações e títulos financeiros. Ela não tem atividade operacional própria e seu objetivo é obter lucro através dos investimentos financeiros.

Holding de participações

Já a holding de participações é uma empresa que controla e administra outras empresas, através da posse de ações majoritárias. Ela pode ter atividade operacional própria e seu objetivo é maximizar o valor das empresas controladas e, consequentemente, seu próprio valor.

Holding pura

A holding pura é uma empresa que tem como objetivo principal o investimento em outras empresas, sem ter atividade operacional própria. Ela se concentra exclusivamente em obter lucro através da valorização de seus investimentos.

Holding mista

A holding mista é uma empresa que combina a holding financeira e a holding de participações, tendo tanto atividades financeiras quanto operacionais.

Holding patrimonial ou familiar

A holding patrimonial ou holding familiar é uma empresa utilizada para proteger e preservar o patrimônio familiar, agrupando diferentes ativos financeiros e imobiliários. Ela pode ter fins lucrativos, mas também pode ser utilizada como ferramenta de planejamento sucessionário.

Dicas importantes sobre holding

Se você está considerando criar ou investir em uma empresa holding, aqui estão algumas dicas que podem ajudar:

  1. Conheça bem o mercado: é importante entender como funcionam as empresas holding, como elas investem e quais são as tendências do mercado antes de tomar uma decisão.
  2. Tenha uma estratégia clara: é fundamental ter uma estratégia clara e objetiva sobre como a empresa holding irá investir e qual será sua posição no mercado.
  3. Diversifique seus investimentos: é recomendável diversificar seus investimentos em diferentes setores e empresas, para reduzir o risco de perdas.
  4. Mantenha-se atualizado: é importante estar sempre atualizado sobre as novidades e tendências do mercado, para tomar decisões informadas e estratégicas.
  5. Tenha um time experiente: contar com uma equipe experiente e capacitada é fundamental para o sucesso da empresa holding.

Lembre-se de que criar ou investir em uma empresa holding envolve riscos, e é importante procurar orientação de profissionais capacitados antes de tomar qualquer decisão.

A Dome está preparada para te ajudar nos mais diversos momentos, quer saber mais sobre como atuamos em holdings? Fale já com um de nossos especialistas!

Compartilhe:

Também recomendamos essas leituras para você:

DIRBI: o que é a nova obrigação acessória e quem deve entregar?

IVA: Como será o imposto dual brasileiro?

Imposto Territorial Rural – ITR: o que é e como funciona

Conteúdo relevante, confiável e estratégico em primeira mão no seu e-mail!

Suas informações foram enviadas com sucesso.